Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Paquistão: Outro 11/09, Nós Estamos Queimando

Ontem à noite, por volta das 8 horas da noite do horário local, Islamabad foi sacudida pelo pior ataque suicida de toda a história do Paquistão. Este ataque ocorreu do lado de fora do Hotel Marriott em Islamabad. Diz-se que mais de 1000 quilos de explosivos foram usados neste ataque, que resultou na morte de pelo menos 67 pessoas e deixou ao menos 203 feridos. O ataque vem sendo chamado de “11 de setembro do Paquistão” pelas autoridades. Paquistaneses de todas as áreas expressaram sua raiva e condenaram este covarde e mortífero atentado.

A blogosfera paquistanesa também expressou diversas opiniões, algumas associando os ataques ao Taliban, militantes, e ao envolvimento da Índia, enquanto outros afirmaram que se tratava do resultado das políticas Norte-Americanas.

Dr. Hassan Asfahani, do The Pakistani Spectator [En], culpa as autoridades. Ele afirma:

If this attack has been carried out by the Taliban, then how it is possible that they got the car without any scanning all the way through FATA to Islamabad? That is not possible.

That means that the terrorists have the inside help and network fully active in Islamabad and it’s adjoining areas. Just last month a gory attack was carried out in Wah Cantt, a suburb of Islamabad, where more than 200 people died. Last year, an attack was carried out the plane of Pervez Musharraf in Rawalpindi, and all those people had insider help.

“Se este ataque foi realizado pelo Taliban, então como foi possível que eles trouxessem o carro sem nenhuma revista por todo o caminho através da FATA até Islamabad? Isso não é possível.
Isto significa que os terroristas tem apoio do lado de dentro, e uma rede totalmente operante em Islamabad e nas áreas adjacentes. No mês passado um terrível ataque foi realizado em Wah Cantt, um subúrbio de Islamabad, no qual mais de 200 pessoas morreram. No ano passado, um ataque foi realizado contra o avião de Pervez Musharraf em Rawalpindi, e todas estas pessoas tiveram apoio de dentro.”

Algumas pessoas estão associando este ataque às explosões em Delhi, concluindo que o RAW poderia estar envolvido em sua realização. Dr. Awab Alvi no Teeth Maestro [En] analisa a situação:

It is my analysis that the Indian spy agency RAW is the most likely to have a hand in this blast more in retaliation to the recent blasts in India. To make a killing blow on the eve of President Zardari speech to the joint session is a brilliant ploy to over shadow Zardari’s new making comments.

What can we do !!! Simply sitting at home, writing emails and sending SMS’s will achieve nothing and the terrorists will run our country to the ground. If you believe in Pakistan we need to join hands and say STOP TO TERRORISM, mind you this STOP means a full out right condemnation against Talibans, against the American raids on Pakistan and our local armed uprising.

“Em minha análise a agência indiana de espionagem RAW muito provavelmente tem suas mãos por trás deste ataque, principalmente em retaliação às recentes explosões na Índia. Dar um golpe letal como este na véspera do discurso do Presidente Zardari à sessão conjunta é um plano brilhante para ofuscar as novas afirmações que seriam feitas por Zardari.
O que podemos fazer!?! Simplesmente ficar sentados em casa, escrevendo emails e enviando mensagens de texto SMS não irá alcançar nada e os terroristas irão devastar nosso país até o chão. Se você acredita no Paquistão, nós temos que juntar as mãos e dizer PAREM COM O TERRORISMO, e entenda que este ‘PAREM’ significa uma total e irrestrita condenação contra os Talibans, contra os ataques Norte-Americanos no Paquistão e contra nosso levante armado local.”

Aqui está o que Adnan Siddiqi [En] tem a dizer:

The question is, what have we been doing? What I see we always became victim of propaganda which at times turned true too but then we usually ignored to figure out whether the things which are told to us are actually true or not.

In last two decades when every bad incident happened, we were told that Ghair Mulki Hath is involved. Usually that ghair mulki hath (external hand) was India. I say if India is really involved then why don’t we have balls to say it clearly while our all governments say that they had proof too? When people asked it was said that it’s due to national interest

“A questão é, o que é que estivemos fazendo? O que eu vejo é que nós sempre nos tornamos vítimas de propaganda que por vezes é verdadeira, mas da mesma forma nós geralmente ignoramos os avisos para tentar descobrir se as coisas que nos são ditas são verdadeiras ou não.
Nas últimas duas décadas, quando cada incidente ruim aconteceu, nós sempre ouvimos que ‘Ghair Mulki Hath’ estava envolvido. Geralmente aquela ghair mulki hath (mão externa) era da Índia. Eu digo então que se a Índia está realmente envolvida, então por que é que nós não temos os culhões de dizer isto claramente, quando todos os governos dizem que eles tem provas disso também? Quando as pessoas questionaram sobre isso, foi dito que era por ‘interesse nacional’.”

We Cite [En] declara que este é um sintoma do estado de guerra:

“War has come to Pakistan’s door step a long time ago. It is most unfortunate that even till yesterday, many of us denied this fact. Not any more. Not when War has pushed in to our house and is now in our living rooms, in our bedrooms, in our backyards, every where around us.

Pakistan is under attack!”

“A guerra veio para a soleira da porta do Paquistão há muito tempo. É uma pena que até ontem muitos de nós ainda negassem este fato. Mas não mais. Não agora que a guerra foi empurrada para dentro de nossas casas e agora está em nossas salas, nossos quartos, em nossos quintais, e em todo lugar à nossa volta.
O Paquistão está sob ataque!”

Quase todos os blogues paquistaneses escreveram um bocado sobre este atentado terrorista, e eu gostaria de poder citar todos. Por eras, as pessoas vem culpando o Paquistão por ser responsável pelo terrorismo. De fato nós somos aqueles que mais sofreram com este terrorismo, nós somos alvos dele e, no fim, são paquistaneses inocentes [En] que morrem de forma não natural e terrível.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.