Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Palestina: Comemorações pela Libertação de Prisioneiros

Muitos palestinos estão comemorando a libertação de 199 prisioneiros [En] que estavam sendo mantidos em prisões israelenses. A libertação dos prisioneiros foi anunciada [En] na última segunda-feira, e foi provavelmente orquestrada para coincidir com a chegada [En] de Condoleezza Rice a Israel.

O processo de libertação foi atrasado diversas vezes pelo governo de Israel, que possuía três votos separados na questão. Entre os prisioneiros está Said al-Attaba, o palestino que estava preso a mais tempo em Israel, aprisionado em 1977, e Mohammed Ibrahim Abu Ali, aprisionado em 1979.

Marcy do body on the line estava em Nablus para as festividades de boas-vindas aos prisioneiros libertados, e as comparou às boas-vindas dadas a Samir Kuntar [En] em julho passado. A blogueira escreveu [En]:

We waited in the sweltering heat for a few hours (Huwara, by the way, is at most a 10 minute drive from downtown Nablus). It reminded me of going to Samir Quntar’s welcome home festivities this summer, although Hezbollah had chairs for us and fabulous live band (though here we were not getting hit on the head by people waving their flags). But here I could get much closer to the stage, it was not sex segregated, and the crowd was much smaller (I don’t even think the entire crowd in Dahiyaa that day would be able to fit in downtown Nablus). A friend of mine later joined us and I kept hearing people complain about the heat. True, it was unbelievably hot; but I kept thinking about all the torture and living hell these men had endured–one for 32 years–and I thought the least we can do is stand here and give them a hero’s welcome.

“Nós esperamos no calor escaldante por algumas horas (Huwara, por sinal, fica no máximo a uns 10 minutos de carro dos suburbios de Nablus). Isso me lembrou da minha ida às festividades de boas vindas a Samir Quntar neste verão, embora o Hezbollah tivesse cadeiras para nós e uma fabulosa banda tocando ao vivo (embora aqui nós não estívessemos sendo atingidos na cabeça pelas bandeiras balançadas pelas pessoas). Mas aqui eu pude chegar bem mais perto do palco, não havia segregação por sexo, e a multidão era bem menor (E eu não acho que a multidão que se apertou em Dahiyaa naquele dia iria caber nos subúrbios de Nablus). Um amigo meu se juntou a nós depois e eu continuei ouvindo as pessoas reclamarem do calor. É verdade que estava inacreditavelmente quente; mas eu continuava pensando em toda a tortura e todo o inferno que estes homens suportaram – um deles por 32 anos – e eu pensei que o mínimo que nós poderíamos fazer era ficar lá e dar a eles boas-vindas dignas de um herói.”

A blogueira também lembrou dos prisioneiros que não foram libertados:

Of course the most famous political prisoners were not released today from their torture chambers: Marwan Barghouti and Ahmad Sa’adat. There was a huge poster in downtown Nablus (see below) about Sa’adat. And of course of the rest of the 10,000+ prisoners in Israeli jails must be remembered. But it also must be remembered that EVERY NIGHT Israeli Terrorist Forces (ITF) kidnap and imprison Palestinian political prisoners. My friend Mustafa, who lives in the old city of Nablus, tells me every day about stories of the ITF coming in with bombs and guns and terrorizing families. In a way, the old city of Nablus is kind of like a refugee camp in that way. It is one of the many sites that gets invaded nightly. Yesterday 9 Palestinians were kidnapped from various West Bank Cities, for instance.

“É claro que os mais famosos prisioneiros políticos não foram libertados hoje de suas câmaras de tortura: Marwan Barghouti [En] and Ahmad Sa'adat [En]. Havia um grande pôster nos subúrbios de Nablus (veja abaixo) sobre Sa'adat. E é claro que os outros 10.000 ou mais prisioneiros em prisões israelenses também precisam ser lembrados. Mas o que também precisamos lembrar é que TODA NOITE as Forças Terroristas de Israel (ITF) sequestram e aprisionam prisioneiros políticos palestinos. Meu amigo Mustafa, que vive na velha cidade de Nablus, me conta todos os dias sobre histórias do ITF vindo com suas bombas e suas armas e aterrorizando famílias. De certa forma, a velha cidade de Nablus é como um campo de refugiados por conta disso. Ela é um dos muitos locais que são invadidos toda noite. Ontem, 9 palestinos foram sequestrados das várias cidades da Margem Oeste, por exemplo.”

A história foi acompanhada pelas fotos tiradas pela própria blogueira, incluindo esta:

Para mais informações sobre a blogosfera palestina, visite o Palestine Blogs [En].

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.