Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Argentina: Senado Rejeita Subida de Impostos Sobre Exportações Agrícolas

O Senado Argentino rejeitou recentemente a proposta de aumento de impostos sobre as exportações agrícolas. A votação terminou em um empate de 36 votos, e o Presidente da Câmara, Julio Cobos, que também é o Vice-Presidente do país e parte da equipe de Christina Fernandez de Kirchner, desempatou a decisão com seu voto contra as retenções. Esta decisão é uma vitória para os assim chamados “setores do interior”, que inclui os grandes proprietários de terras, pequenos fazendeiros e companhias privadas que arrendam terras para o monocultivo de soja, um produto que nos dias atuais tem um alto valor no mercado internacional. Isto também deu início a uma crise política interna de consequências imprevisíveis para o Governo Argentino, que ainda tem mais três anos de mandato.

No blogue Viva el Campo [Es] a decisão foi celebrada com gritos de “Viva la Patria!”, e também foi publicado um sumário da sessão do Senado onde o projeto de lei das retenções para as agroexportações foi rejeitado. No Paro Agropecuario [Es] eles fazem um chamado à construção de um país melhor, e eles também manifestam a esperança de que a presidente continue com suas funções, para as quais ela foi eleita — uma resposta às acusações de golpe de estado feitas por setores próximos ao governo àqueles que participaram dos protestos. No Ciudadanos Participando [Es] eles dizem que “Kirchner tem a sua Waterloo”.

Mendieta el Renegau [Es] diz que quer tentar entender a posição de Julio Cobos e a discute, sem contudo chutá-lo para fora do governo. No Homo Economicus [Es] eles refletem sobre as consequências da derrota do governo. E no El Blog del Ingeniero [Es] eles afirmam que, de fato, nestes longos quatro meses de conflito, ninguém ganhou e provavelmente todos perderam. Enquanto isso, no Arte Politica [Es], um usuário da comunidade deu início a um post que permite aos usuários insultar “Cleto”, nome do meio de Julio Cobos, que desempatou a votação em sentido contrário ao governo do qual ele faz parte. Apesar do título, você pode encontrar lá um debate a respeito do papel de Cobos na rejeição do projeto de lei.

Por falar nisso, o jornal La Nacion tem uma sessão chamada “Soy Corresponsal“, onde os leitores podem publicar textos e imagens, e ela teve a votação no Senado como tópico principal. Para aqueles que estão procurando mais informações em inglês, não há muita coisa, mas você pode procurar no Understanding Argentina [En], no By The Fault [En] e no Open Democracy [En].

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.