Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Russia: “Manifestação, ou coisa parecida”

A oposição russa ia realizar uma manifestação no dia 6 de maio, em Moscou, na véspera da posse de Dmitry Medvedev como substituto de Vladimir Putin na presidência, mas as autoridades locais não permitiram — e os líderes da coalisão de oposição Outra Russia acabaram por cancelar a Marcha dos Descontentes no último minuto. Dezenas de protestantes foram presos pela polícia, de qualquer forma.

O usuário de LiveJournal drugoi, um bem cotado blogueiro russo, publicou fotos e esta descrição [Ru] da “manifestação, ou coisa parecida”:

” [photo]

This evening, by the monument to Griboedov at Chistye Prudy, 4,625 journalists and 8,416 policemen were waiting for the participants of the Dissenters’ March, who, however, showed up from the opposite direction.

[photo]

A small group of 15-20 people gathered at Pokrovka and moved along Chistye Prudy towards the subway station, accompanied by a few photographers and cameramen.

[photo]

The police saw the group from afar and stopped it near the monument to a Kazakh [folk singer]. Just as I heard “grrrr… self-control and calmness… grhm-hm-gr…” coming through static noise from one riot cop's walkie-talkie, the opposition [protester] walking down the path were attacked from all sides.

[more photos and text]”

“Esta tarde, ao lado do monumento a Griboedov na Chistye Prudy, 4.625 jornalistas e 8.416 policiais estavam esperando pelos participantes da Marcha dos Descontentes que, contudo, apareceram pelo outro lado. Um pequeno grupo de 15-20 pessoas se reuniu na Pokrovka e se moveu ao longo da Chistye Prudy em direção à estação de metrô, acompanhados por alguns fotógrafos e cinegrafistas. A polícia viu o grupo de longe e o parou próximo ao monumento a um Kazakh [cantor popular]. Ao mesmo tempo em que eu ouví ‘grrrr… auto-controle e calma… grhm-hm-gr…’ vindo através da estática no comunicador de um dos policiais anti-tumulto, um protestante de oposição que vinha andando pelo caminho foi atacado por todos os lados.”

O usuário kozenko do LiveJournal postou um epitáfio [Ru] para o Outra Russia:

” There was no Dissenters’ March. The leaders vanished, and the activists carried out several small-scale and brief public disturbances in the city.

Well, the Other Russia, congratulations on your demise. Last year, it was fun with you, and even interesting. And at the start it even seemed that there was a future. But the finale turned out to be – forgive me – boring and embarrassing.

Amen.”

“Não houve Marcha dos Descontentes. Os líderes sumiram, e os ativistas realizaram várias perturbações públicas breves e pequenas na cidade. Bem, Outra Rússia, parabéns pelo seu desaparecimento. No ano passado, foi divertido e até interessante estar com você. No início até parecia que haveria um futuro. Mas o fim acabou sendo – perdoe-me – entediante e constrangedor. Amém.”

Aqui está uma conversa que aconteceu nos comentários do post acima:

” marchenk:

This post sounds like something written by an offended and disappointed viewer. As if you had bought tickets for this show. And the troupe ran away with you money. :)

kozenko:

This posts sounds like something written by an offended and disappointed person. Very disappointed, because none of the politicians in this country represents his interests. […]”

“marchenk: Este post soa como algo escrito por um observador ofendido e desapontado. Como se tivesse comprado ingressos para um show, e a troupe fugiu com seu dinheiro. :)
kozenko: Este post soa como algo escrito por uma pessoa ofendida e desapontada. Muito desapontada, pois nenhum dos políticos deste país representa seus interesses. […]”

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.