Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Macedônia: Sakura – a Celebração da Flor de Cerejeira em Skopje

Mesmo que bem poucos japoneses étnicos residam na República da Macedônia, muitos moradores locais participaram na segunda celebração anual do Sakura – o festival das flores de cerejeira na capital da Macedônia, Skopje. Entre os organizadores do festival estavam alguns dojo de artes marciais e alguns proeminentes blogueiros que recentemente começaram um novo blogue colaborativo, Japan@mk [Mk], e começaram a difundir a palavra na blogosfera macedônia.

O festival aconteceu no dia 12 de abril, em uma rua ladeada por cerejeiras japonesas carregadas de flores, próxima à praça central de Skopje. O programa consistiu em demonstrações de artes marciais, recitais de haiku em língua macedônia acompanhados por músicas executada por flautas japonesas, feitura de origami, gravação dos nomes dos participantes em caligrafia japonesa e a degustação de produtos saudáveis feitos com fungos japoneses.

Graças às redes sociais dentro da comunidade, dezenas de blogueiros aproveitaram o evento para socializar, vários deles vindo inclusive de outras cidades para este fim. Alguns deles, como Bi, Volan, Strumjan e neW1, publicaram vastas galerias de fotos depois do evento, enquanto outros escreveram posts com suas melhores impressões. Nadezna e HibernusCorvus postaram sobre seus motivos para não participar do evento.

Sakura in Skopje
Membros do Samurai Dojo em ação. Foto por Volan.

Bi, uma das organizadoras, que é também praticante do Iaidô, escreveu [Mk] sobre sua experiência privilegiada:

The origami were quite successful, and were done in three booths… [for samurai hats, cranes, and cats]. The kids were very happy, and many of them took their samurai hats to Nahomi [Japanese lady who did calligraphy] to write their names in Japanese.

Nahomi got genuine Macedonian experience because the audience did not allow her to catch her breath. They crowded around her, handing papers under her nose to write their names in Japanese, without any order. They even overturned her ink. She was confused because the people could not form a line, but accepted all requests with grace and impeccable manners…

The haiku turned out great, and the three guests read poetry by classic Japanese masters and by Macedonian poets. Some in the audience turned a deaf ear on this, and complained of boredom… Other audience members provided an unpleasant experience of rude curiosity, by grabbing and even drawing the swords and the bokken from the participants’ hands…

I hope next year we'll have an even more interesting and more beautiful program, with more elements, and the city will help with more than just providing space, and the consulate will provide more than just moral support. We had great time anyway, even when the uncultured mishaps mentioned above are taken into account :)

[…]

O origami foi um sucesso, e foi realizado em três barracas… [para chapéus de samurai, garças e gatos]. As crianças ficaram muito felizes, e muitas delas levaram seus chapéus de samurai para a Nahomi [senhora japonesa que estava fazendo a caligrafia] para que ela escrevesse seus nomes em japonês.
Nahomi teve uma experiência genuinamente macedônia, pois a audiência não a deixava respirar. Eles se juntaram à sua volta, esticando papéis sob seu nariz para que ela escrevesse seus nomes em japonês, sem qualquer ordenamento. Eles até viraram seu pote de tinta. Ela ficou confusa porque as pessoas não podiam fazer uma fila, mas aceitou a todos os pedidos com graça e maneiras impecáveis…
Os haiku saíram ótimos, e os três convidados leram poesias de mestres clássicos japoneses e de poetas macedônios. Algumas pessoas da platéia fingiram não ouvir e reclamaram de tédio… Outros membros da platéia proporcionaram desagradáveis experiências com sua rude curiosidade, agarrando e mesmo arrancando os bokken e as espadas das mãos dos participantes…
Eu espero que no ano que vem tenhamos uma programação ainda mais interessante e bonita, com mais elementos, e que a cidade ajude com mais do que apenas espaço, e que o consulado ofereça mais do que apenas apoio moral. Nós nos divertimos um bocado de qualquer forma, mesmo levando em conta os contratempos da incultura mencionados acima :)
[…]

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.