Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Timor Leste: Ramos Horta volta para casa no aniversário do massacre em Dili

Ângela Carrascalão está ponderando sobre justiça: “O dia em que Ramos Horta voltou ao seu país, coincide com o do 9º aniversário do massacre de Díli. Na casa do meu irmão Manuel, foram assassinados dezenas de refugiados que ali haviam procurado guarida. De entre eles, o meu sobrinho Manelito. […] Não sei se se fará um dia Justiça. Quero acreditar que sim. Pelo Manelito, pelas dezenas de mortos sem nome nem rosto atirados para o poço da Rua Dr. António de Carvalho e por aqueles que jazem em Maubara. Não são treze como dizia a Indonésia. Porque, se eram 120 refugiados e notícia de sobreviventes só os há de 40, onde páram os outros?”.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.