Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Trinidad e Tobago: O Caso do Laptop

O ĺíder da oposição de Trinidad e Tobago foi recentemente suspenso de suas atividades no Parlamento[en] por usar seu laptop sem permissão, mas apenas alguns poucos blogueiros parecem ter se interessado pelo caso…

Trinidad and Tobago Computer Society[en] publicou um apanhado compreensivo dos relatos da mídia tradicional sobre o evento e, como já era esperado, The Extra-Secret Blog of Basdeo Panday [“O Blogue Extra Secreto de Basdeo Panday”, en], que foi criado durante as recentes eleições gerais ocorridas em Trinidad e Tobago como uma resposta a este popular blogue[en], foi rápido no gatilho em defender “a si mesmo”:


“I hope you all see what I go through for you. I had to go through a terrible ordeal in Parliament. The PNM set up the whole thing to make me look bad. They had speaker Barry Sinanan first chastise Gary Hunt for using his laptop. The point was to make it look as though nobody can use a laptop basically, so when I went about my merry way online they wanted to rest it on me like Akon did to Danah Alleyne in Zen when she went for “ice cream” that time.”

“Eu espero que todos vocês vejam o que estou passando por vocês. Eu tive que aguentar uma terrível provação no Parlamento. O PNM armou a coisa toda para me deixar com uma má imagem. Eles fizeram com que o orador Barry Sinanan inicialmente repreendesse Gary Hunt por usar seu laptop. A idéia era basicamente fazer com que parecesse que ninguém poderia usar um laptop, e então quando eu estava alegremente navegando eles tentaram fazer comigo o que Akon fez com Danah Alleyne no Zen quando ela foi pegar “um sorvete” daquela vez.”

Ao fazer o seu apanhado semanal, Notes from Port of Spain[en] relatou que:

“The House of Representatives went into meltdown when the opposition leader was suspended for using a laptop, which the government had kindly provided. As a result, parliamentary debate on food prices, which have risen 19 per cent in the last year, was abandoned.”

“A Casa dos Representantes entrou em ebulição quando o líder da oposição foi suspenso por usar um laptop, que havia sido bondosamente provido pelo governo. Como resultado, o debate parlamentar sobre os preços dos alimentos, que haviam subido 19 por cento no último ano, foram abandonados.”

KnowProSE.com[en] resumiu toda a questão ao dizer:

“This, friends, seems more of a ‘I can urinate further than you’ contest and is probably the best example of how Trinidad and Tobago government simply doesn't work. Where the focus should be on actual issues, though, this has suddenly become about Panday's laptop. Technology, while useful, has its place – and while the Speaker does seem a little too much of a Luddite by what is printed in the Trinidad Express, the grandstanding of Panday doesn't make Panday's case much better. What was he doing that was so important on the laptop? Was he working on the crime problem? Digging in on the local elections issue? And was this policy even discussed with the Speaker?”

“Isto, meus amigos, mais parece uma competição de ‘quem consegue urinar mais longe’ e é provavelmente o melhor exemplo de por quê o governo de Trinidad e Tobago simplesmente não funciona. Quando o foco deveria ser em questões prementes, repentinamente se tornou o laptop de Panday. A tecnologia, embora útil, tem seu lugar – e enquanto o Orador parece ser um tanto quanto Ludita demais pelo que nos mostrou o Trinidad Express, a posição de Panday não faz com que seu caso fique muito melhor. O que ele fazia de tão importante em seu laptop? Estava ele trabalhando pelo problema da criminalidade? Cavando informações sobre a questão das eleições locais? E terá sido esta política sequer discutida com o Orador?”

…enquanto a coisa toda deixou Caribean Free Radio[en] sentindo-se “terrívelmente confusa” – tanto que ela criou uma pesquisa online para ajudá-la a encontrar o sentido deste incidente estranho.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.