Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Paraguai: Candidatos usam blogs para alcançar eleitores

Artigo traduzido por Ana Jardim

palacio1.jpg

Photo taken by Muna Annahas

As eleições presidenciais no Paraguai serão realizadas no dia 20 de Abril de 2008.
Muitos dos principais candidatos à presidência estão usando blogs como forma de comunicação com potenciais eleitores, pois assim eles transmitem seus pensamentos sobre um assunto específico ou explicam seus planos de governo em caso de serem eleitos. Esses blogs são escritos e publicados em um dos principais jornais paraguaios, chamado Diário ABC.

Atualmente, alguns dos candidatos possuem mais do que 43.000 visitas e alguns até mesmo 500 comentários em um único post, o que indica o alto grau de interesse por esta eleição. Poucos imaginavam que poderia existir uma comunicação tão direta entre um candidato presidencial com seus potenciais eleitores, que poderiam expressar suas opiniões ou preocuções, debater ou até mesmo questionar suas plataformas.

Dois dos principais candidatos que possuem seus próprios blogs são:

Fernando Lugo, é um bispo Católico Romano e está concorrendo à presidência com o Partido Democrata Cristão. Ele escreve sobre o que ele teve de fazer para concorrer ao mais alto cargo político do Paraguai[es]:

“Después de 30 años de disciplinado sacerdocio he renunciado a mis condiciones formales de obispo sin dejar de ser cristiano y paraguayo para dedicarme a la política, trabajar por un proyecto y buscar convertirme en Presidente de la República del Paraguay para servir a mis queridos sufridos hermanos de este hermoso y bendito país.”

” Após 30 anos de disciplinado, eu renunciei formalmente meus deveres de sacerdote, mas não renuncio ser Cristão e Paraguaio, para me dedicar à política, trabalhar em um projeto, e tornar-me presidente do Paraguai. Assim, para servir meus queridos e sofridos irmãos desse país bonito e abençoado.”

Blanca Ovelar, é a candidata do partido que hoje ocupa a presidência, O Partido Colorado, e ela possui o apoio do atual presidente paraguaio, Nicanor Duarte. Uma de suas maiores questões é lutar contra a corrupção, ela escreve[es]:

“Quien niegue que hay corrupción en el Paraguay, estaría cerrando los ojos a la realidad. La corrupción existe, y ha logrado instalarse en todos los sectores de la sociedad. Tanto en el sector público como en el sector privado; en el partido de gobierno como en los de oposición; en las empresas como en los sindicatos.”

” Quem quer que nege a corrupção no Paraguai, está fechando os olhos para a realidade. A corrupção existe e tem se tornado parte de todos os setores da sociedade. Não é só no setor público, mas também no setor privado, no partido do governo, assim como no da opsição, nos negócios e na união.”

A presença desses blogs pode ser o resultado da internet estar se tornando mais e mais popular no Paraguai. Novos cyber cafés estão abrindo em todo o lugar, em quase toda esquina da capital, Assunção. E mais provedores wireless e broadband estão disponíveis se comparados à alguns anos atrás. Muitas pessoas vêem a internet como um recurso e não como um luxo, o que tem permitido o acesso de mais pessoas. Durante as últimas eleições de 2003, esse tipo de interação virtual entre Blogger (candidato) e leitor (eleitor) era quase impossível, e é maravilhoso ver como as coisas tem mudado nesses últimos 5 anos.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.