Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Por quê o governo do Senegal gosta de protestos anti-homossexuais

 

Atualização: Segundo o African Global News e o site de notícias Senegalês, rewmi.com, a polícia finalmente conseguiu impedir a manifestação anti-homossexual que aconteceu na sexta-feira em Dakar, prendendo dezenas de pessoas, inclusive um imã (autoridade religiosa do Islã Shiita). A polícia fez várias detenções na grande mesquita da capital.

No início deste mês, cinco foram detidos em conexão com uma investigação sobre um casamento homossexual assumido, de acordo com o Le Monde, e várias organizações islâmicas denunciaram o que chamam de aumento de casos de homossexualidade no Senegal. O protesto se deu por conta da decisão de libertar os cinco detidos sem julgamento.

Homossexualidade é um crime no Senegal, punível com até cinco anos de prisão.

* * *

o blogueiro Senegalês Naomed, que escreve Blog politique au Senegal, explica que existem dois tipos de protestos no Senegal, “aqueles que não perturbam a ordem pública e são legitimamente autorizados, a minoria, e a maioria, que [se pensa] ameaçam o equilíbrio social “[Fr].

Em outras palavras, há protestos que o governo gosta e protestos que não vai tolerar. Mas, como e onde as autoridades definem isso?

Naomed menciona, a título de exemplo, um protesto realizado hoje em Dakar contra homossexuais, com a bênção do governo.

Clairement haineuse, réclamant au choix : leur égorgement, leur mise sur une pirogue en direction des iles Canaries (leur famille ne refusera pas l'argent qu'ils pourraient envoyer malgré leur tare), leur bastonnade pour les plus modérés.

Une manifestation visant à refuser le droit à l'existence d'une partie de la population sénégalaise n'est clairement pas un trouble à l'ordre public. J'ai souvent parlé sur ce blog de la nécessité pour un régime aux abois de se fabriquer des ennemis afin de focaliser la haine et la frustration populaires qui risqueraient de se retourner contre le pouvoir. Les campagnes pour la pureté des moeurs font elles aussi parti de l'arsenal des pays faschisants.

 

Claramente odioso, eles ofereceram as seguintes opções: cortar a garganta de [homossexuais], colocando-os em uma canoa amarrados rumo às Ilhas Canárias (suas famílias não vão recusar o dinheiro que eles podem mandar para casa, apesar dos seus defeitos). Os moderados sugeriram que fossem punidos com uma surra.

Um protesto que visa recusar a uma parte da população o direito a existir não é, claramente, uma ameaça à ordem pública. Eu falei muitas vezes neste blog sobre a necessidade de um regime desesperado para fabricar inimigos, a fim de reorientar a frustração popular e o ódio que poderiam ser atribuídos aos detentores do poder. Campanhas de pureza moral também fazem parte do arsenal de países fascistas

Naomed continua oferecendo uma amostra de uma lista (satírica) de uma semana de protestos em Dakar:

Aujourd'hui : manifestation contre les homosexuels du Sénégal, autorisée par le préfet.
Aujourd'hui : manifestation pour le ramassage des poubelles, refusée.
Samedi : manifestation contre la corruption, la mal gouvernance. Interdite
Samedi : manifestation contre l'esclavage des petits talibés. Interdite
Samedi : manifestation pour l'application des lois sur le mariage de mineures, forcés, arrangés… Interdite
Lundi : Manifestation pour le bon déroulement du sommet de l'Oci. Autorisée.
Mardi : Manifestation pour l'obligation de déclaration du patrimoine des hommes au pouvoir. Refusée
Mercredi : Manifestation de soutien à la génération ConCret. Autorisée
Jeudi : Manifestation pour des élections locales sincères et transparentes. Interdite.
Jeudi : manifestation pour rendre fériés tous les jours de Magal au Sénégal. Autorisée
Vendredi : ….

Hoje: protesto contra homossexuais no Senegal, autorizado pelo prefeito
Hoje: marcha em favor da limpeza do lixo, recusada
Sábado: protesto contra a escravização dos meninos da rua. Banido.
Sábado: marcha em favor da implementação de uma lei contra o casamento forçado, casamentos arranjados, bem como o casamento de menores de idade… Banida.
Segunda-feira: Marcha de apoio a uma bem-sucedida reunião da OCI (Organização da Conferência Islâmica). Autorizado.
Terça-feira: protesto para forçar os detentores do poder a declararem publicamente as suas propriedades financeiras. Recusado.
Quarta-feira: marcha em favor do Generation du Concret (um novo partido político fundado pelo filho do presidente). Autorizada.
Quinta-feira: marcha em favor de uma eleição local honesta e transparente. Banida.
Quinta-feira: protesto em favor de tornar cada dia Magal no Senegal um feriado. Autorizado.
Sexta-feira:….

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

2 comentários

  • o Brasil me dá uma tristeza danada, por vezes. mas quando vejo esse tipo de coisa, creio estar vivendo no paraíso até. ainda há muitos lugares no mundo que não romperam de todo com os valores medievais mais retrógados.

  • PEDRO

    Gostaria de me contactar com a menina Miss jennifer Dogba, se alguém souber o paradeiro dela favor entrar em contato comigo nesse e-mail.

    Sds

    Pedro

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.