Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Paquistão: o legado de Benazir Bhutto

A notícia da morte de Benazir Bhutto parece ter finalmente se estabelecido. Blogueiros não estão focados no possível legado de Bhutto. Ela vem de uma família poderosa e, como é tipicamente característico da política no Sul da Ásia, muitas das controvérsias agora estão orientadas em debater as conseqüências de sua morte para a família e para o Partido Popular do Paquistão.

Baithak assinala que, a última aparição de Bhutto mostra algo de nepotismo.

While there are more eligible candidates in the Bhutto clan, she did not mean them, but her own son Bilawal Zardari, 19 who promptly and publicly consented to change his name to Bilawal Bhutto Zardari…. Today, greed won – injustice won – nepotism won- once again – and you, me and Pakistan lost.

Embora existam mais candidatos elegíveis no clã Bhutto, ela não lhes preferia, mas sim o seu próprio filho Bilawal Zardari, 19 anos, que foi imediata e publicamente consentido para mudar o seu nome para Bilawal Bhutto Zardari…. Hoje, a ganância venceu – a injustiça ganhou – o nepotismo ganhou – mais uma vez – e você, eu e o Paquistão perdemos.

Chapati Mystery leva esta linha de raciocínio mais além, e fala sobre o aspecto do de feudalismo no domínio político no Paquistão. Poderosas famílias asseguram sua permanência no poder, sem deixar que líderes de outras bases surjam.

There is no democracy outside of the party, no reason for it to exist within. One can call this a reflection of the feudal structures left untouched by many a pseudo-revolutions; one can point to the long history of the pir/spiritual guide’s extension into the political realm; one can blame lack of political education and access to corridors of power for the members of PPP; and one can acknowledge that the military regimes have sufficiently retarded all venues of political legitimacy, such that there simply cannot be any alternatives to the once-future leaders – Bhuttos, Jatois, Bugtis, Sharifs. Whatever the case you wish to make, reality is that “politics” in Pakistan has, and will, remain a hereditary, charismatic domain built around cults of personalities – until and unless electoral politics takes firm roots.

Não existe democracia fora do partido, por isso, não há razão para que exista dentro. Pode-se chamar isso um reflexo das estruturas feudais inalteradas por muitos uma pseudo-revolução; pode-se apontar para a longa história de uma extensão espiritual para o domínio político; pode-se atribuir o problema à falta de educação política e do acesso aos corredores do poder entre os membros do PPP; e pode – se reconhecer que o regime militar tenha retardado suficientemente todos os locais de legitimidade política, de modo que não possam existir qualquer alternativa para futuros líderes – Bhuttos, Jatois, Bugtis, Sharifs. Seja qual for o caso, a realidade é que a “política” no Paquistão é e continuará sendo hereditária, um domínio carismático construído em torno de cultos de personalidades – até e a menos que a política eleitoral possua raízes firmes.

 

A morte violenta de Bhutto em tais circunstâncias também parece ter resultado em memória seletiva. As pessoas parecem ter esquecido sobre as acusações de corrupção contra ela, e existe a hipótese de que ela era melhor do que os outros dirigentes políticos no Paquistão. Crow's Nest traz mais sobre este assunto.

But more than that whenever someone dies he or she is always cast into a very heavenly light forgoing all their misdeeds and misgivings in their life. Benazir and her husband plundered this nation during her rule in the 90's, but when time came of her death 144 million people of this country forgot everything bad about her and started showering all kinds of praise as if she were an angel bestowed on this country.

Mas mais do que isso, sempre que alguém morre, ele ou ela é sempre imaginado em uma luz celeste, abrindo mão de todos os erros e dúvidas na sua vida. Benazir e seu marido saquearam esta nação durante seu comando nos anos 90, mas quando veio o tempo de sua morte, 144 milhões de pessoas deste país esqueceram tudo ruim sobre ela e começaram a derramar todos os tipos de elogios, como se ela fosse um anjo agraciado para este país.

 

Como foi declarado no testamento de Bhutto, seu filho Bilawal Bhutto Zardari foi indicado para ser o novo presidente do Partido Popular Paquistão, favorito em relação a outros políticos experientes do partido. Bilawal é um rapaz dezenove anos, que estuda em Oxford, no Reino Unido.

All Things Pakistan diz

More that that, I wish (even though I know it was unlikely) that the Party would open up its leadership and internal democracy process. Also, there is the fear that if he is anointed many will try to manipulate him and he will be turned into a “puppet prince.” I do hope that none of this will happen.

Mais do que isso, desejo (apesar de saber que é improvável), que o partido abra a sua liderança e o seu processo interno democrático. Além disso, existe o receio de que se ele for nomeado, muitos vão tentar manipulá-lo e ele vai ser transformado em um “príncipe fantoche.” Espero que tudo isso não aconteça.

Entretanto, há outros aspectos do legado de Bhutto. Ela regressou ao Paquistão depois de um período de oito anos. O Paquistão que ela conhecia tinha mudado completamente. Sua morte resultou em violência nas ruas, saques e motins. Metroblogging Islamabad fala dessas consequências e da perda de bens públicos.

We, the people of Pakistan, murdered around 50 humans in last 3 days. We burnt 170 banks. We completely destroyed 18 railway stations. And the list is long. And we say we are mourning. Is this the way to mourn? Its good being emotional, but we should not let the reason get out of our way. Apart from the loss of lives, which cannot be measured for cost, we caused monetary loss to the national exchequer, we have destroyed businesses and private property.

Nós, o povo do Paquistão, matamos cerca de 50 pessoas no últimos 3 dias. Nós incendiamos 170 bancos. Destruímos 18 estações ferroviárias completamente. E a lista é longa. E dizemos que estamos de luto. Será este o caminho para lamentar? É bom ser emotivo, mas não devemos deixar que a razão saia do nosso caminho. Para além da perda de vidas, cujo custo não pode ser medido, causamos perdas monetárias nacionais para o tesouro nacional e destruímos empresas e propriedades privadas.

 

Além disso, por que foi que esses tumultos começaram? O que irritou as pessoas? Quem são os verdadeiros responsáveis por sua morte? Há também fortes indícios de que acobertaram o caso, já que o governo paquistanês insiste que Bhutto não morreu baleada, mas tentando fugir do tiro, e bateu sua cabeça sobre a alavanca do teto solar do veículo. Pakistani Spectator discute porquê os motins eclodiram após a morte de Bhutto.

This is simply un-believeable that lever of sun roof of her vehile took her life. And mourning statements of ex-MNA Kashmala Tariq of PML(Q) and Altaf Hussain (MQM) are just rubbish.Surely people had that badly that a leader is killed publically but the situation created by the news of her assassination worked as a pressure relief valve for economically distressed nation and gave a chance to loot some money and grains for days to come. So people started looting ATMs and banks and then setting them on fire to eliminated proof of looting. This scenario also created the environment to ignite old enimities as no rule of law exists.

É inacreditável que alavanca do teto solar do veículo tirou a sua vida. Luto e declarações de Kashmala Tariq, do PML (Q), e Altaf Hussain (MQM) são apenas bobagens. É claro que as pessoas não viram com bons olhos a morte pública de uma líder, mas a situação criada pela notícia de seu assassinato funcionou como uma válvula de escape para uma nação economicamente indigente, e trouxe a chance de que se pudesse roubar algum dinheiro e comida para os dias vindouros. Então, as pessoas começaram a saquear ATMs e bancos e, em seguida, eliminar as provas do roubo através de incêndio. Esse cenário também criou o ambiente para inflamar velhas inimizades já que não existe estado de direito.

Matéria de Neha Viswanathan.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.