Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Paquistão: A morte de Bhutto e as iminentes eleições

Ainda em choque, The Emergency Times [en], que tem acompanhado muito de perto o desenrolar da situação política no Paquistão, escreve:

At this tragic moment in the history of Pakistan, we at the Emergency Times are shocked beyond words at this intolerable and brutal act of the murder, along with others, of possibly the most popular leader of our country. No words can adequately condemn this barbaric act, which can only lead to more death and destruction for this tortured land. Her death will leave a gaping chasm in our country's leadership. One can only hope, beyond hope, that the perpetrators are brought to justice.
May God help us all.

Neste momento trágico na história do Paquistão, nós do Emergency Times estamos chocadas além palavras por conta deste intolerável e brutal ato, entre outros, do assassinato da líder possivelmente mais popular do nosso país. Não há palavras que possam adequadamente condenar este ato bárbaro, que só pode conduzir esta terra torturada a mais morte e destruição. Sua morte vai deixar uma brecha na liderança de nosso país. Só nos resta esperar, além da esperança, que os seus autores sejam levados à justiça.
Que Deus nos ajude.

Pickled Politics [en] linca para as notícias e um comentarista escreve “Assassinato de figuras da liderança política é um péssimo sinal para a sociedade, na medida em que revela uma clara e direta falta de confiança e de respeito pelas instituições do Estado e da sociedade. Só nos resta esperar que os seus autores sejam levados à justiça”.

Algumas outras perspectivas também têm surgido, olhando para Bhutto tanto como uma possível líder e propulsora da política internacional. Counter Terrorism Blog [en] diz:

She was someone who the U.S. could actually work with to seek a way forward for Pakistan in light of the profound challenges posed by religious intolerance and political extremism, the drug trade, governmental institutions that do not provide essential services in many areas of the country, and Pakistan's troubled relationships with of its immediate neighbors — Afghanistan, India, and Iran.

Her faults were also profound, as the well-documented grand corruption cases brought against her and her husband attest. She did indeed treat her country like it was a family-owned business, with corrosive results. These includied her removal from power in 1990 and again in 1996 as the corruption both weakened her politically and played a significant role in her inability to deliver the reforms needed to make Pakistan's government responsive to the needs of its people

Ela era alguém com quem os EUA realmente poderiam trabalhar para procurar um caminho para o Paquistão, em função dos profundos desafios colocados pela intolerância religiosa e extremismo político, pelo narcotráfico, por instituições governamentais que não prestam serviços essenciais em muitas áreas do país, E o relacionamento conturbado do Paquistão com seus vizinhos imediatos – Afeganistão, Índia e Irã.

Sua falhas foram igualmente profundas, como atestam os bem-documentados casos de corrupção impostos contra ela e seu marido. Ela realmente tentou tratar seu país como se trata de um negócio famíliar, com resultados corrosivos. Dentre eles, está a sua remoção do poder em 1990 e novamente em 1996, enquanto a corrupção a enfraquecia politicamente e desempenhava um papel significativo na sua incapacidade de conduzir as reformas necessárias para tornar o governo do Paquistão apto a responder às necessidades da sua população

The Moderate Voice [en] tem uma biografia sobre Benazir Bhutto, incluindo informações sobre o seu pai, que também foi primeiro-ministro do Paquistão, e condenado à morte nos anos 70 por acusações similares às que Benazir enfrentou muito mais tarde.

Do outro lado da fronteira, Indian Muslims [en] comenta o assassinato e debate as muitas teorias da conspiração.

The hands of Nawaz Sharif cannot be completely ignored as he too had his reason for her removal: He now is the only national level leader who has experience as a Prime Minister. He is now sure to take over as PM of Pakistan. The chances of this conspiracy are rare but you never know with these opportunistic and individualistic politicians.

As mãos de Nawaz Sharif não podem ser totalmente descartadas, já que ele também teria seus motivos para a remoção dela: ele é agora o único líder em nível nacional que tem experiência como primeiro-ministro. Ele agora pode estar certo de tomar posse como primeiro ministro do Paquistão. As chances desta conspiração são ínfimas, mas nunca se sabe com estes políticos oportunistas e individualista.

Enquanto isso, a postagem de Sepia Mutiny [en] sobre a morte de Bhutto já tem mais de cem comentários. Um deles diz:

One wonders if she truly felt she would be safe in Pakistan. Love of country and desire to contribute aside, is there some shred of a risk-taking thrill inherent in this endeavor she had embarked upon? Some level of martyrlike delusion, however deeply buried? Can any of us imagine being devoted enough to any political cause to risk our life so boldly? Was it worth it, Benazir?

Truly sad. Whither Pakistan?

É de se imaginar se ela realmente pensava que estaria em segurança no Paquistão. Colocando de lado o amor pelo país e desejo de contribuir, existem fragmentos de emoções pelos riscos inerentes a este desafio no qual ela tinha embarcado? Alguma forma de ilusão a lá mártir, porém profundamente enterrada? Será que qualquer um de nós pode se imaginar se dedicando tanto a uma causa política para arriscar a nossa vida tão corajosamente? Valeu a pena, Benazir?

Verdadeiramente triste. Como o Paquistão?

(texto original de Neha Viswanathan)

 

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.