Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Taiwan: Um Dia dos Direitos Humanos irônico

Nesse artigo, darei continuidade ao assunto de meu último artigo [en] trazendo algumas informações sobre as questões de direitos humanos em Taiwan.

Dez notícias sobre direitos humanos

A Associação Taiwanense de Direitos Humanos (TAHR [en] de acordo com a sigla em inglês) lançou os escolhidos como “As dez notícias sobre direitos humanos de 2007″ [en] pouco antes do Dia Internacional dos Direitos Humanos. Devido ao fato de que violações dos direitos humanos cometidas por países estão estreitamente relacionadas ao nível de consciência daqueles que tomam decisões e dos funcionários públicos, a TAHR lançou uma “Pesquisa dos Candidatos às eleições presidenciais e parlamentares de 2008 sobre questões de Direitos Humanos”. Só nos resta esperar que os eleitores venham a votar de acordo com o posicionamento dos candidatos em relação aos direitos humanos.

Funcionário público faz comentários sexualmente discriminatórios

Um funcionário do Ministério da Educação utilizou as palavras “efeminado” e “gay” como um derrogatório ataque contra um adversário político. Isso acionou reações furiosas de grupos de direitos dos homossexuais que realizaram uma conferência de imprensa conjunta [zh] para condenar comportamentos do tipo. O funcionário simplesmente contestou o fato dizendo que “gay” e “efeminado” foram apenas usados como adjetivos”. Bi protesta furiosamente contra esse comportamento em seu blogue [zh] :

他說的可太輕易了!他可知道有學生就是因為娘,所以受盡男同學的欺負,不敢上廁所怕遭脫褲要驗明正身。他可知道,就是有男 人將 gay當作取笑與羞辱的形容詞,以致於一個活生生的男同志在成長過程中,不敢面對與展現真實的自我,一旦出櫃還有遭到排擠失去工作的風險。這種成長經驗的 痛苦,豈是「gay是一個形容詞」所能帶過。

Como pode ele ter desmentido isso de forma tão superficial! Será que ele sabe que alguns estudantes sofrem assédio de outros colegas do sexo masculino por serem “efeminado”, e alguns têm medo de ir ao banheiro com medo de terem suas roupas arrancadas para provar a sua “masculinidade”? Será que ele sabe que é precisamente por causa do uso derrogatório da palavra “gay” que os gays acham difícil encarar e expressar as sua verdadeira identidade na adolescência e, em seguida, enfrentam o risco de serem excluídos e mesmo despedidos quando se assumem? Essas dolorosas experiências que os homossexuais sofrem devido ao uso derrogatório da palavra “homossexual” não pode ser desmentido com um “ele é apenas um adjetivo” de leve.

A Associação Taiwanense de Acadêmicos Feministas [zh] também aproveitou a oportunidade para denunciar o uso de violência patriarcal verbal [zh] por uma série de figuras políticas. Juntamente com outros grupos ativistas preocupados com as questões relacionadas ao gênero, eles exigiram que o Ministério da Educação assuma plena responsabilidade por tal comportamento, de acordo com a Lei da Educação (discriminação sexual). Os grupos ativistas grupos dizem que o uso de discurso discriminatório é um sério empecilho ao movimento da igualdade entre os sexos e uma ameaça à democracia.

Um dia dos direitos humanos irônico

Em 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos, o Parque dos Direitos Humanos de o Taiwan teve sua cerimônia de abertura. O parque foi construído no local de uma antiga cadeia para presos políticos. As vítimas e suas famílias foram convidadas para a cerimônia. Ironicamente, grupos de ativistas de LeSheng que participavam de um protesto foram impiedosamente expulsos e presos!

2100472014_29795216e9.jpg

2099693811_4d6da95d5f.jpg

foto de pinglhow

CoolLoud.com [zh] tem reportagens detalhadas sobre o incidente, e CivilMedia tem clipes de vídeo. Chen, um estudante que participou do evento escreveu sobre o que aconteceu em primeira mão [zh] :

大官們魚貫的入場,我們高喊著那些大官們的名字,渴求他們走過來聽聽我們的訴求,看看人權真實的樣貌。無奈,大官沒有來,警察、國安、刑警卻向我們包圍、靠攏。

Enquanto os funcionários foram chegando, chamávamos seus nomes, na esperança de que eles viriam e ouviriam as nossas histórias e as nossas solicitações, e abririam os olhos para o verdadeiro significado dos direitos humanos. Infelizmente, nenhum dos funcionários veio, mas a polícia, os oficiais da segurança nacional e o batalhão de choque vieram em nossa direção e nos cercaram.

2099669501_af91c9e993.jpg

2100467852_4434890f9f.jpg

2099683439_79dea2663a.jpg

2100469524_e8e1bd8b99.jpg

Sob os gestos ameaçadores da polícia (obstáculos tinham sido desmontados a este ponto), não tivemos escolha senão nos voltar contra um muro, em que, ironicamente, tinha pendurada uma placa artisticamente trabalhada que dizia “Parque dos Direitos Humanos de Taiwan”.

2100457388_54b59c3004.jpg

Avós e avôs sentavam em cadeiras de rodas abaixo desse sinal. Que coisa confusa.

2099695185_466379b127.jpg

Imagem: presidente Chen Shuibian preside à cerimônia de abertura do Parque dos Direitos Humanos de Taiwan na manhã de hoje. Não muito longe da cerimônia, os policiais dispersaram com uso da força uma manifestação realizada por cidadãos protestando quanto à questão do Instituto LeSheng Leprosy. O presidente Chen simplesmente disse: “Veja como somos diferentes do Partido Nacionalista”. Foto de coolloud.

Minorias apóiam umas as outras: minorias de novos imigrantes e gênero sexual

Essa situação caótica pode deixar algumas pessoas desesperadas, mas em cada canto da sociedade, grupos minoritários estão apoiando-se mutuamente! Desde de novembro, o jornal vietnamita de Taiwan BaoBonPhuong (Four Corners) unido com outros sites BBS executado por grupos minoritários da causa do gênero sexual iniciaram um projeto de elaboração de relatórios sincronizados de notícias sobre direitos humanos [zh], concentrando-se em discussões sobre homossexualidade, novos imigrantes e outras questões relacionadas com grupos minoritários. BaoBonPhuong é o único jornal em língua vietnamita em Taiwan. É destinado aos trabalhadores imigrantes e novos imigrantes. Os sites BBS envolvidos, por outro lado, são importantes plataformas de contato e de intercâmbio de informações para a comunidade gay e lésbica. O release para a imprensa sobre o projeto de relatórios sincronizados diz:

樂生蘇案…許多人權議題仍懸而未決;司法系統或警方對同志、原住民、新移民的不當作為頻傳…社會各處仍有許多無理的對待。這一次跨族群的互惠行動,希望能為人權的寒冬注入一股暖流。

O Instituto LeSheng, O caso das três sentenças de morte [zh] … muitas questões dos direitos humanos estão ainda por resolver. Frequente se ouve falar do tratamento inadequado de gays e lésbicas, de povos indígenas e de novos imigrantes por parte da polícia… comportamento irracional ainda existe e muito na nossa sociedade. Este grupo interativo beneficia todos os envolvidos e esperamos que ele venha a adicionar um toque para aquecer o inverno do movimento de direitos humanos.


Este artigo foi originalmente escrito por Foolfitz, e traduzido para o inglês por Yi. Foolfitz e Yi são ambos tradutores do GV Lingua em Chinês.

(Texto original de Portnoy)

 

Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.