Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Argentina: O que a imprensa não disse sobre o Personal Fest

Na última sexta-feira, em Buenos Aires, aconteceu o Personal Fest [es], evento que reuniu músicos argentinos e estrangeiros com o patrocínio de uma empresa local de telefonia celular: Personal, que pertence à Itália Telecom. O show foi precedido por uma impressionante campanha publicitária em todas as mídias possíveis: televisão, rádio, revistas e jornais. Mas nesta sexta, algo inesperado aconteceu: durante a espera do show do Snoop Dogg, uma pessoa foi esfaqueada e outra foi atacada, o que causou um distúrbio enorme. Muita gente correu em debandada, e muitos foram pisoteados e feridos, felizmente nada muito sério. Muitas das pessoas que foram para o Personal Fest afirmaram que foi um milagre que o incidente não acabou em um massacre [es]. Aterrorizadas com esse incidente, elas decidiram abandonar o local onde o festival estava ocorrendo.

O mais chocante de tudo foi que, apesar da existência de pessoas feridas, praticamente nenhum veículo de imprensa cobriu o incidente, nem sequer estações de notícias a cabo, que são propensas a esses boletins de última hora. Este silêncio em particular perante a um problema grave em um evento patrocinado por uma das maiores empresas anunciantes na Argentina deu início a uma verdadeiramente furiosa reação nos blogues e fóruns. De certa forma, o incidente em si foi deixado em segundo plano, e a forma notória como a imprensa escondeu os fatos foi o tema central. E a forma como os veículos falaram do ocorrido quando tocaram no assunto, mencionando o fato de forma casual e assim minimizando a sua importância.

Apenas alguns minutos após o ocorrido, as pessoas que participaram do Personal Fest começaram a deixar comentários no blogue do evento, mas eles foram apagados nas horas seguintes, algo que foi depois relatado em blogues como Personal Fest Desastre [es], um site criado para relatar o acontecimento. Segundo relata o criador do site:

Creé este blog para postear todos los comentarios que fueron borrados del site oficial del Personal Fest. La intención de esta via es canalizar las opiniones q fueron suprimidas del site para garantizar nuestro derecho de expresarnos y defendernos del abuso permanente.

Criei esse blogue para postar todos os comentários que foram apagados do site oficial do Personal Fest. A intenção desse veículo é canalizar as opiniões que foram suprimidas do site para garantir o nosso direito de expressão e de nos defendermos de abusos permanentes.

No mesmo blogue, é possível ver fotos do incidente e um vídeo feito alguns minutos depois que as pessoas foram pisoteadas.

Mas muitos outros blogues pessoais estão falando sobre o incidente. O jornalista Eduardo Fabregat, do Pagina /12, o único veículo de notícias que informou os fatos, fez um breve relato no seu blogue Pan y Circo [es].

Anoche, en la primera fecha del Personal Fest y poco antes del show de Snoop Dogg, hubo un herido de arma blanca. Según me contó el periodista Roque Casciero (quien confirmó la versión con personal de Cruz Roja y la Policía), desde que trascendió la noticia hubo un importante operativo de Popart y Personal sobre la prensa para minimizar el hecho, e incluso se dio a conocer un comunicado bastante livianito en el que se habla de “un incidente entre un reducido grupo de gente”, no se menciona el arma blanca ni que el herido fue operado en el Hospital Rivadavia.

A noite, a primeira do Personal Fest e um pouco antes do show de Snoop Dogg, teve um ferido por arma branca. Segundo me contou o jornalista Roaque Casciero (que confirmou a versão com o pessoal da Cruz Vermelha e da polícia), no momento em que a notícia saiu ocorreu uma operação importante por parte de Popart e Personal em cima da imprensa para minimizar o ocorrido, e inclusive houve um comunicado muito brando em que se fala de “um incidente entre um pequeno grupo de pessoas”, não mencionando a arma branca nem que o ferido foi operado no Hospital Rivadavia.

O site de notícias 20 Palabras [es] também publicou notícia sobre o incidente, e centenas de comentários aprofundaram a informação.

La desorganización del festival acaba de dejar un herido. Es un chico que acuchillaron en medio de una estampida, tras la que se fue un cuarto del público. Está internado en el Hospital Rivadavia.

A desorganização do festival acaba de deixar um ferido. Trata-se de um garoto que foi esfaqueado em meio a uma debandada, mais de um quarto do público foi embora. Ele está internado no Hospital Rivadavia.

O website da versão argentina da revista Rolling Stone publicou um relato leve do acontecido, o que chamaram de “uma parte”. Os comentários desta nota foram desativados. Para compensar, os leitores literalmente atacaram o artigo anterior, sobre o show da banda The Police, que tinha se passado há alguns dias. Esse outro artigo permitia comentários e os leitores acusaram a imprensa de esconder os fatos. Esses comentários foram apagados, mas a revista publicou mais uma nota sobre o incidente, que pode ser vista aqui, onde se pode encontrar mais comentários de leitores irritados.

Além destes, dezenas de blogueiros começaram a falar sobre esse assunto e a lincar outros sites. Em poucas horas, qualquer pessoa pôde encontrar informações sobre os incidentes no Personal Fest. Apesar da imprensa não ter informado sobre a questão, a informação foi disponibilizada de maneira ampla.

E já há primeiras conclusões, tiradas por diferentes blogueiros. A primeira: é cada vez mais evidente que, para certos assuntos, os meios de comunicação tradicionais não monopolizam a difusão de determinados temas de ordem pública, mas eles ainda agem como se isso pudesse ser feito – neste caso, ao não informar sobre um incidente grave em um evento patrocinado por um dos maiores anunciantes do país. Unblogged.net [es] escreve:

Periodismo ciudadano? La revolución de los blogs? Llámenlo como quieran. Lo que es seguro es que para estar bien informado, con los medios tradicionales, no alcanza.

Jornalismo cidadão? A revolução dos blogues? Chame do que quiser. O que estou certo é de que para estar bem informado, só com os meios tradicionais não dá.

Segundo, o fato se transformou em um verdadeiro desastre de relações públicas. Muitos blogueiros revelaram que a empresa organizadora e a assessoria de comunicação que gerenciaram o evento pressionaram para que não ocorresse a difusão de maiores detalhes sobre o incidente. Ao fazer isso, elas criaram um protesto imenso na internet, e agora os eventos ganharam proporções fora do normal, como Fabregat do Pan y Circo explica [es].

Em terceiro, trata-se de um país ainda sensível quanto ao massacre de Cromañon [en], quando 194 jovens morreram de asfixia em um concerto de rock, um incidente em um evento público que rapidamente virou o centro das notícias. Não há fatalidades nesse caso, mas pessoas saíram feridas. Gabby Aloe do La Vie en Rose [es] ficou aliviado em saber que não ocorreram mortes:

Gracias a Dios fue en un lugar abierto y amplio como el Club Ciudad, si era en otro predio con accesos más chico, hoy los estaban contando. La gente corría y decía, “no sé explotó el escenario, explotó el escenario.”

Graças a Deus foi em um local aberto e amplo como o Club Ciudad, se fosse em outro prédio com pontos de acesso menores, estaríamos contando. As pessoas corriam dizendo “não sei, o palco explodiu, o palco explodiu.”

Em quarto lugar, a imprensa é também uma das partes mais afetadas nesse incidente. Alguns veículos não podem controlar tudo, como eles costumavam fazer há uns 4 ou 5 anos. Veja aqui uma lista de blogues que falaram sobre esse tópico e que não foram citados no decorrer desse artigo [todos em espanhol]:

2 Papiros

Denken Uber

Manzana que no

Vida Vacía

Geekotic

Online

Tecnicalia

La tuya está

Kill Your Kids

Fabio.com.ar

Partido Pirata Argentino

Bonzo

Unos cuantos piquetitos

Pablo Mancini

Bloc de Periodista

Martín Revert

Mundo Perverso

Yo opino que

Sonoaxis

La verdad de la milanesa

Se algum blogue não tiver sido mencionado, deixe o link na área de comentários.

(texto original de Jorge Gobbi)

 

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.