Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Irã: Estudantes de esquerda são presos

 

O governo iraniano prendeu vários estudantes de esquerda em Teerã e Mazandaran na semana passada – talvez como uma ação preventiva antes do “Dia dos Estudantes” (dia 16 de Azar). O grupo de estudantes de esquerda “Estudantes pela Liberdade e Igualdade” informou ao mundo sobre o protesto através de seus blogues, e conseguiram organizar vários comícios em prol da liberdade, paz e igualdade em diferentes universidades do Irã, apesar das prisões.

[Nota da Tradução: آذر ou Azar é o nome do 9º mês do ano segundo o calendário persa]

iranian student protest

Foto de azady-barabary-01.blogspot.com

Há pelo menos três fatos interessantes sobre o movimento de esquerda estudantil: 1- Após a execução em massa de milhares de militantes de esquerda em 1980, o ideal Marxista/Socialista ainda consegue mobilizar gente no Irã. 2- A repressão de estudantes socialistas acontece em um país que tem laços fortes com líderes socialistas na América Latina, inclusive Hugo Chavez e Daniel Ortega. 3- Esse movimento depende fundamentalmente de blogues para se comunicar e se organizar.

Paz, Igualdade e Liberdade

O blogue Barabary Azadi (que quer dizer “liberdade igualitária”) pertence a estudantes de esquerda, e conta que no dia 2 de dezembro, enquanto os estudantes se preparavam para o protesto, as autoridades deram inícios às prisões em Teerã.

O blogueiro acrescenta:

… Mas a manifestação aconteceu organizada pela Esquerda Radical na terça, na frente da Faculdade de Engenharia da Universidade de Teerã. A manifestação começou com os estudantes cantando canções revolucionárias; muitos estudantes carregavam cartazes e slogans definindo o que eles desejam, como “A Universidade não é guarnição militar”, “Liberdade para mulheres é liberdade para a sociedade”, “NÃO Á GUERRA”, “Tira as mãos do povo do Irã”, “Liberdade para prisioneiros políticos ”, “HÁ alternativa”, “Libere nossos colegas”, “O movimento estudantil é aliado ao movimento dos trabalhadores e ao movimento feminino”, “Queremos uniões estudantis independentes”.

O blogue também publica uma lista de nomes de estudantes presos e prometeu que o movimento seguirá em frente, não importa quantos mais sejam levados à cadeia.

Schhr, blogue do Comitê Estudantil de Repórteres dos Direitos Humanos, relata [fa] que parentes dos estudantes presos estão preocupados sobre as condições das detenções. A maior parte desses estudantes estão sendo mantidos em isolamento na notória prisão Evin. O Ministro do Serviço Secreto disse aos familiares dos estudantes que eles serão mantidos por 90 dias sem fornecer nenhuma informação sobre eles.

De volta aos anos 80?

O blogue Mbulletin, que pertence a estudantes de esquerda em Mazandaran, norte do Irã, diz que cinco estudantes foram presos e que isso lembra os anos de chumbo da década 80, quando milhares de estudantes de esquerda foram presos e executados no Irã.

O blogueiro escreve [fa]:

Mais uma vez o Serviço Secreto da República Islâmica falha em seus cálculos e “Estudantes pela Liberdade e Igualdade” organizou o dia dos estudantes em diferentes universidades ao redor do país. Os manifestantes mostraram solidariedade com os estudantes presos. Estudantes nas universidades de Teerã, Shiraz, Ahwaz, Mashad, Isfahan, Sanandaj e Mazandaran pediram liberdade para os seus colegas.

Estrelas atrás das grades

Salam Demokrat diz [fa] que os estudantes foram transferidos para a prisão de Evin. O blogueiro diz que existem muitos outros prisioneiros políticos, como defensores das causas dos direitos dos trabalhadores e das mulheres. O blogueiro comenta que a prisão de Evin está “cheia de estrelas”.

(texto original de Hamid Tehrani)

 

Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.