Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Colômbia: Blogueiros lutam pelos direitos do Creative Commons

Semana passada, usuários colombianos do Flickr se uniram contra um jornal regional que violou a Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas do Creative Commons que uma usuária inseriu em suas fotografias, uma licença que possui sustentações legais na Colômbia.

Através de uma mensagem no Twitter, mariacecita, uma fotógrafa de Cali, na Colômbia, deixou seus amigos saberem que o jornal regional El País de Cali tinha copiado uma das imagens da página dela do Flickr e a usou em sua revista semanal para ilustrar uma exibição fotográfica. Além de não a terem citado autora da imagem, eles a modificaram e a imprimiram em seu jornal local, que é vendido para obter lucros, quebrando todas as três condições da licença.

foto robada el pais
Foto usada pelo El País, tirada por Maria Claudia Montano e usada sob a licença do Creative Commons

Mariecita, or Maria Claudia Montano, através de seus comentários do Flickr, começou a relatar a história no dia do evento, e alguns blogs selecionaram a história , garantindo sua divulgação, e agora mais de 40 blogueiros diferentes, usuários do Flickr e muito mais pessoas nos comentários aderiram para mostrar seu apoio. Patton [es] é um dos blogueiros que está relatando o caso a fundo. Em um post do seu blog: On thievery and intellectual property… (Sobre roubo e propriedade intelectual…), ele menciona outros casos recentes de roubo por parte dos mass media, outros blogueiros e anunciantes, e ele também está mantendo uma lista atualizada de blogs e sites que selecionaram a história. Carlos Caicedo também tem escrito em seu blog extensivamente sobre esse acontecimento e filipogs [es] escreveu e espalhou a palavra ao enviar e-mails para diferentes blogueiros, de modo que eles pudessem também selecionar a matéria.

Mariacecita, a usuária do Flickr que foi roubada, nem chegou a receber um pedido de desculpas adequado. Ao invés disso, ela recebeu uma justificativa. La Rana Berden reports [es]:

De alguna manera los señores de la revista Gente Joven encontraron el Flickr de Mariacecita (fotografa lomo-lover caleña recomendadísima) y decidieron sin el más mínimo asomo de verguenza descargar la imagen y publicarla. Vía twitter me entero de todos estos acontecimientos. Ante los airados reclamos de la autora de la imagen por tan soberano descaro, alguien tan despistado como los editores de la revista argumentaron: “entonces lo mejor seria q las subieras a un sitio donde no se pueden bajar”.

De algum modo, as pessoas responsáveis pela Revista Gente Jovem encontrou na conta do Flickr de Mariacecita (fotógrafa lomo-lover altamente recomendada de Cali) e decidiu, sem o menor sinal de vergonha, baixar a imagem e publicá-la. Através do twitter, descobri isso. Como resposta para a reclamação da autora em relação a tal afronta, o editor da revista afirmou: “ então você deveria ter publicado a imagem em um site que em que não houvesse a possibilidade de baixá-la”.

No final das contas, o jornal El País de Cali replicou em uma carta aberta, afirmando que eles tinham usado a imagem para ilustrar a exposição na qual Mariacecita estaria participando e que eles tomam um cuidado extra no que diz respeito aos direitos autorais: o detalhe irônico é que a própria Mariacecita afirma que não está envolvida em tal exposição, e, que de qualquer modo, isso não afeta a licença que ela colocou em suas imagens.

Esse não foi o único caso em que o El Pais usa fotografias do Flickr em seu jornal e não credita o autor: Menéame, um website em espanhol semelhante ao digg, também promoveu a história com outros casos que vieram à tona, graças ao caso de Mariacecita. O único crédito que o El Pais deu a esses fotógrafos é colocar um rótulo afirmando que as fotos vêm do “flickr.com”/El País, e um dos primeiros comentários possui links para diferentes páginas no jornal onde isso acontece.

Este es solo un caso, pero el diario el País de Colombia suele, de manera sistematica y repetida, robar fotos a usuarios de Flickr. Estos son los links de las fotos robadas de Flickr (el primer link que pone gatonegro enlaza a las paginas en cuestión):

Este é só um caso, mas o diário El Pais da Colômbia costuma, de maneira sistemática e repetida, roubar fotos dos usuários do Flickr. Estes são os links das fotos roubadas do Flickr (o primeiro que linka os posts do gatonegro para as páginas em questão):

www.flickr.com/photos/avlxyz/240472820/

www.flickr.com/photos/laurafries/35664164/
www.flickr.com/photos/raincitystudios/12076797/
www.flickr.com/photos/ivanmartinez/1364759721/

Um dos casos mais recentes de roubo de conteúdo de blogueiros, La Encargada, recebeu uma desculpas e 25 dólares como compensação quando uma loja de marca nacional roubou um de seus posts e o usou para anunciar um produto sobre o qual ela tinha escrito. Ela descobriu isso quando viu no anúncio o artigo que reconheceu como sendo seu atrás de uma revista que estava sendo distribuída em sua unversidade.

Uma ação legal contra o El Pais está sendo considerada e um grupo do Facebook foi criado para qualquer pessoa interessada em apoiar essa causa contra o El País de Cali e seu flagrante desrespeito pelas licenças do Creative Commons.

Matéria de Juliana Parra.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.