Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Mudanças climáticas 2007: Pré-conferência e primeiras impressões de Bali

A medida que a conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas começa, voltemos alguns dias para ver o que os blogueiros têm a dizer. De Gristmill, nos EUA, David Roberts celebrou o recente apoio da Austrália ao protocolo de Kyoto, dizendo:

Ever since I was hired at Grist, I've been writing that every developed nation supports the Kyoto Protocol “except the U.S. and Australia.” Guess the U.S. really is all alone now. I feel so proud.

Desde que fui contratado em Grist, venho escrevendo que toda nação desenvolvida apóia o protocolo de Kyoto “a exceção dos EUA e da Austrália”. Acho que somente os Estados Unidos estão sozinhos agora. Me sinto orgulhoso.

O cartunista sul-africano e blogueiro Jeremy Nell desenhou uma charge editorial, que representa (em parte) visualmente o aumento dos níveis do oceano no cabo sul da África e as políticas de mudanças climáticas da Administração Bush, ao mesmo tempo em que adiciona um pouco de humor.

Rory Williams do Carbon inteligentemente diz que ‘Washington simplesmente não entende’. Ele discute sobre o relato IPCC, apoiado pelos EUA; a economia e as políticas de decisões relacionadas às mudanças climáticas pelo congresso norte-americano.

Perhaps I should be leaping for joy at America's proactive stance on emission reductions, but a couple of things bother me with this scenario. The first is that Congress, once again, is taking a unilateral approach on an issue of global significance on the assumption that they know best (despite joining the game after halftime). The second is that the requirement for products to be carbon certified will be messy, bureaucratic, not synchronised with other forms of carbon labelling, and difficult to comply with. This will place developing countries at a disadvantage.

Talvez eu devesse estar pulando de alegria por causa da instância pró-ativa norte-americana em relação à redução da emissão de gases, mas algumas coisas me incomodam nesse cenário. A primeira é que o congresso, mais uma vez, está agindo unilateralmente em relação ao tema da importância global, supondo que eles sabem o que é melhor (apesar de aderir ao jogo, depois de um certo tempo). A segunda é que a exigência para que os produtos sejam especificados como contendo carbono vai ser confusa, burocrática e não simultânea a outras formas de rotular os produtos que contêm carbono, além de difícil de ser cumprida. Isso colocará os países desenvolvidos em desvantagem.

Rory também desafia a comunidade de engenheiros no post ‘projetando o futuro’, dizendo:

When I think about the UNFCCC gathering of 15,000 climate change scientists, politicians, bureaucrats and activists that begins today in Bali, I can't help wondering about the complicity of planning and design professionals in the lack of progress in reducing global carbon emissions since the Kyoto Protocol was established ten years ago.

Quando penso sobre a reunião da UNFCCC de 15.000 cientistas, políticos, burocratas e ativistas das mudanças climáticas que começam hoje em Bali, não posso deixar de pensar sobre a cumplicidade dos profissionais de planejamento e design na falta de progresso no que se refere à redução de emissão global de gás carbônico, desde que o protocolo de Kyoto foi estabelecido dez anos atrás.

Dr. Richard Leakey relembra uma mensagem de vídeo sobre as mudanças e a conservação do clima. Para ver o vídeo, clique aqui.

O blog EkoGaia forneceu um link para um vídeo fascinante disponível no You tube, que traz um olhar para a lógica, os argumentos prós e contra o aquecimento global, economia e riscos em uma análise de hiato de tipos; ‘How It All Ends’.

O blog Solar Táxi compartilha uma galeria de lindas fotos de Bali, confirmando que chegaram à cidade para a conferência.

The beauty of this world, that's what we are talking about. Saving it, protecting it, that's what we want to do. Bali is just an example of one of the world's most beautiful places.

A beleza desse mundo é do que estamos tratando. Salvá-lo, protegê-lo, isso é o que queremos fazer. Bali é só um exemplo de um dos belos lugares do mundo.

Mais informações sobre o solar táxi está disponível aqui.

Por favor, visite nossa página de cobertura especial para obter mais links sobre os posts mais atualizados sobre as mudanças climáticas.

Matéria de Juliana Rotich.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.