Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Blogs bengalis buscam ajuda para as vítimas do ciclone Sidr

Cinco dias depois que o ciclone Sidr arrasou Bangladesh, notícias sobre a devastação continuam aparecendo. Apesar das medidas tomadas pela administração para evacuar um grande número de pessoas e colocá-las fora de perigo, o número de mortos, de acordo com dados oficiais, já passa agora dos 3000.

De acordo com estatísticas atualizadas, fornecidas pelo Departamento de Administração e Controle (DMCR) em Daca, o número total de famílias afetadas pelo Sidr gira em torno de 1.054 milhão. Segundo as atualizações de ontem, cerca de 3,00,511 casas foram completamente destruídas e 6,26,000 foram parcialmente danificadas.
Cerca de 792 instituições educacionais foram completamente destruídas e 4,393 foram parcialmente danificadas. Aterros de cerca de 57 quilômetros de distância foram danificados e 58 km de estradas foram destruídas completamente, enquanto que 87,948 km de estradas foram parcialmente danificadas. Pelo fato de que a colheita era iminente, a safra também foi castigada pela força do ciclone.

sidr
(Foto, cortesia de Sujan)

De acordo com fontes governamentais, safras de 11.800 hectares de terras foram completamente destruídas e cerca de 3.300 hectares foram parcialmente destruídos.
Oficiais dizem que levará mais alguns dias para se obter uma estimativa completa do número de vidas e de propriedades destruídas.

Enquanto isso, operações de alívio estão sendo impulsionadas, no sentido de viabilizar comida, remédios, água segura para beber etc. às vitimas do ciclone. Entretanto, é necessário ações mais urgentes. O mundo dos blogs bengali está digitando rápido e furiosamente, na tentativa de obter ajuda para essa causa.

O blogueiro Aurangzeb apelou aos cidadãos de Bangladesh para que esquecessem suas diferenças políticas e para que trabalhassem juntos na tentativa de reabilitar aqueles que foram afetados pelo ciclone. Suas palavras e emoções foram ecoadas pelo blog korbojoy.

Nighat tithi
destacou que algumas vezes e novamente Bangladesh teve que lutar contra catástrofes naturais – sejam elas inundações freqüentes, o ciclone mortal de 1991 ou o atual Sidr. Enquanto que a luta continuará nos próximos dias, os blogueiros apelam para que todos façam a sua parte a favor das vítimas do Sidr. Ishtiaq Rouf informou como os estudantes de Bangladesh da universidade Virginia Tech estavam coletando fundos através de Paypal e como outros podem também mandar suas contribuições para o mesmo fundo. Outros blogueiros, como Irteza, Addabaj and Biborno Akash também forneceram links adicionais de organizações/websites onde pessoas podem doar dinheiro para aliviar a catástrofe. Farukh Wasif tratou da importância de dar visibilidade e, portanto, expandir a atenção em relação às diversas propostas relacionadas de alívio e ajuda.

Além disso, Biborno Akash linkou o post de um vídeo publicado por Sheril Kirshenbaum, onde a jovem bióloga marinha da Duke University, nos EUA, pede para que as pessoas se unam às iniciativas de reabilitação.

Por outro lado, o blogueiro Tirondaz lamenta o fato de Bangladesh ainda ser muito dependente de ajudas internacionais toda vez que um desastre acontece, enquanto que a Índia, país vizinho, vem ganhando força gradualmente para lutar contra suas próprias catástrofes – como o fez quando o tsunami assolou o país em 2004. Ele sonha com o dia em que Bangladesh será auto-suficiente como a Índia nessas questões.

A plataforma de blogs Bengali Somewherein, juntamente com Save the Children, lançaram uma campanha inovadora baseada em SMS chamada “Jagoron” (que literalmente significa ‘O Despertar’) para habilitar aqueles que vivem em Bangladesh façam a sua parte na ajuda às vítimas do Sidr.
Jagoron

A campanha funciona assim:
Um usuário de celular digita SAVE (AJUDE) e envia um SMS para um certo numero. Cada SMS custa 2 Taka (BDT – moeda de Bangladesh). Então Somewherein e outros patrocinadores adicionam uma certa quantia monetária, atualmente chegando a 15 BDT (essa é uma quantia dinâmica que aumentará a medida que mais patrocinadores se juntem à campanha) para cada 2 BDT gerados através do SMS e o valor total é depositado no fundo Save the Children Cyclone Relief fund.
Para aqueles que estão fora de Bangladesh, Somewherein pede que mandem suas doações diretamente ao Save the Children Cyclone Relief fund, visto que essa facilidade através do SMS está disponível apenas para residentes do país.

Matéria de Aparna Ray.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.