Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Irã: Estudantes protestam contra Ahmadinejad na Universidade de Teerã

 

Centenas de estudantes iranianos protestaram contra a presença do presidente Mahmoud Ahmadinejad na universidade de Teerã, na segunda-feira, 8 de outubro. De acordo com Al Jazeera [en], estudantes entoaram o coro ‘Abaixo o ditador’ enquanto ele fazia um discurso para marcar o início do ano acadêmico. Vários blogueiros publicaram fotos e fizeram comentários.

Vozes da liberdade

Jomhour nos lembra [fa] que, no ano passado, estudantes da Universidade Amir Kabir protestaram contra a presença de Mahmoud Ahmadinejad e queimaram fotos dele. O blogueiro acrescenta que os estudantes da Universidade de Teerã entoaram pedidos pela liberdade e pela liberação de vários estudantes presos. O blogueiro escreve uma mensagem para Ahmadinejad:

O que aconteceu na Universidade Amir Kabir, o que você ouviu na Universidade de Teerã, são vozes pela liberdade que você não escuta, ou não quer escutar; depois de mais de dois anos no poder, você mostrou que não sabe nada de universidades.

O blogueiro também publicou uma série de fotos do acontecimento:

Convites, por favor

Avayeh Daneshgah (que quer dizer ‘A voz da universidade’) diz [fa] que Ahmadinejad veio à universidade cercado de agentes de segurança. Centenas de estudantes cantavam ‘Abaixo o ditador’ e exibiram fotos de três estudantes enjaulados. O blogueiro disse que apenas estudantes com convites puderam ouvir o discurso de Ahmadinejad, e alega que estudantes do grupo pró-Islã Basiji [en] vieram de outras universidades para mostrar apoio a Ahmadinejad.

Ghomar Asheghaneh diz [fa] que é estranho que Ahmadinejad se considere o presidente de todos os iranianos quando ele apenas aceita estudantes que tenha sido convidados. Ele diz:

Durante o seu discurso, Ahmadinejad não respondeu às perguntas dos estudantes contidas em uma carta aberta, com perguntas do tipo ‘o que aconteceu com o dinheiro de nosso petróleo? Por que existe discriminação em relação ao sexo das pessoas nas universidades? E sobre os estudantes presos?’

Mohmmad Ali Abtahi, ex-vice-presidente e blogueiro, destaca a ironia [fa] de que o reitor da Universidade de Columbia teve permissão para insultar Ahmadinejad na frente do mundo inteiro, mas os estudantes iranianos não têm direito algum de fazer perguntas a Ahmadinejad em Teerã.

Liberdade absoluta

Tribune Azad publicou várias fotos do protesto dos estudantes e pergunta [Fa] por que alguém [Ahmadinejad] que diz existir uma liberdade absoluta no Irã precisa mandar que agentes de segurança reprimam estudantes. O blogueiro acrescenta que mesmo no coração de Teerã, Ahmadinejad precisa de um aparato de segurança pesado para se movimentar.

(texto original de Hamid Tehrami)

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.