Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Ucrânia: apontamentos de Marat Gelman

Para se preparar para sua visita pós-eleições à Kyiv na semana passada, Marat Gelman, usuário do Live Journal, negociante de arte russo e, supostamente, o consultor político do Primeiro Ministro da Ucrânia, Victor Yanukovych [EN] – leu rapidamente Ukrayinska Pravda, um diretório on-line popular de notícias relativas à política, co-fundada em 2000, por Georgiy Gongadze.
O blog de Boris Berezovsky foi uma das coisas curiosas que Gelman encontrou por lá. Ele escreveu [RUS]:

Realmente é ele [Berezovsky]. Eu garanto.

Ele também ensaiou essa piada política [RUS] sobre George W. Bush, Vladimir Putin e Victor Yuschenko:

Deus reuniu os três presidentes – dos Estados Unidos, da Rússia e da Ucrânia – no paraíso e diz a eles:
– Caros presidentes, Eu os chamei aqui porque quero compartilhar notícias realmente desagradáveis: o fim do mundo está para acontecer em duas semanas. Quero informar essa notícia triste para vocês, minhas três pessoas favoritas.

Bush aparece na TV:
Irmãos e irmãs, tenho duas notícias para vocês. Uma boa e outra ruim. A primeira: Deus existe, afinal. A segunda: o mundo vai acabar em duas semanas.

Putin fala ao rádio e à TV:
– Senhoras e senhores: tenho duas notícias para vocês. As duas são ruins. A primeira: Deus existe afinal. A segunda: o mundo vai acabar em duas semanas.

Yushchenko faz seu endereçamento ao radio e à TV:
Minha gente, tenho duas notícias para vocês. As duas são boas. A primeira: o próprio Deus me reconheceu como presidente. A segunda: governarei o país até o fim do mundo.

De acordo com alguns dos leitores que comentaram esse post de Gelman, a piada parece ser velha, reciclada muitas vezes ao longo dos anos: substitutos de Bush, Putin e Yuschenko incluem Aleksandr Lukashenko; Boris Yeltsin, Helmut Kohl and Leonid Kuchma; Leonid Brezhnev; e, quem diria, até Bill Gates.
Piadas a parte, aqui vai a avaliação de Gelman sobre a situação política na Ucrânia [RUS], em três frases:

[…] É impossível imaginar colisões mais complicadas do que essas. Numa avaliação global, todos gostariam de afogá-la [Yulia Tymoshenko]. Mas a partir do momento em que ela pode se tornar presidente, e isso é imperdoável, todo mundo quer afogá-la usando as mãos de outra pessoa.

Matéria de Veronica Khokhlova.

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.