- Global Voices em Português - https://pt.globalvoices.org -

Equador: Microsoft e outras empresas fechadas por sonegação de impostos

Categorias: América Latina, Equador, Economia e Negócios, Mídia Cidadã

Um dos mais renomados jornais do Equador publicou uma nota sobre o fechamento da filial local da Microsoft por pelo menos sete dias. Outras empresas equatorianas, como Norberto Odebrecht e a exportadora de banana Noboa também estão sob suspeitas. O motivo pelo qual a Microsoft foi fechada foi que a empresa não informa ou envia informações sobre pagamento de impostos desde fevereiro de 2007.

O SRI (Servicio de Rentas Internas) acusou a empresa de não apresentar as informações solicitadas sobre os impostos em duas ocasiões. Trata-se de parte de uma campanha nacional iniciada por Carlos Carrasco, Diretor dos Serviços Internos de Renda, que revelou que sonegação de impostos está custando cerca de 3 bilhões de dólares, o que representa 28.6% do orçamento nacional planejado para 2008.

El Universo foi o primeiro a publicar a notícia, e foi rapidamente seguido pela CNN [1] [en] e os blogueiros Erebe.net [2] [es] e o grupo Linux en Ecuador [3] [es].

Eduardo Palacios [2] [es] escreve:

La inteligente sanción del SRI: cerrar las compañías siete días. Siete días que los negocios dejan de producir y que los clientes no recibirán una atención adecuada. No sería una multa lo más conveniente?

A solução inletigente da SRI: fechar as empresas por sete dias. Sete dias em que as empresas deixarão de produzir e os clientes não receberão a atenção adequada. Não seria uma multa mais conveniente?

Carlos Jumbo [4] [es] também menciona as outras empresas em débito com o governo equatoriano:

Además de Microsoft del Ecuador, otras empresas como Mega Santa María, Panificadora Ambato, Agape S.A., y Laar Cía. Ltda cumplirán con la misma sanción temporal por los mismos motivos.

Além da Microsoft dp Equador, outras empresas como Mega Saint Mary, Ambato Bakery, Agape S.A. e Laar Cia Ltd. comprirão a mesma sanção temporária pelos mesmos motivos

(texto original de Milton Ramirez [5])

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online [6]. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português [7], com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista [8]. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui [7]. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui [9].