Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Congo: Acidente aéreo de Kinshasa não será o último

Du Cabiau à Kinshasa, um belga que mora na República Democrática do Congo, escreve sobre o acidente aéreo da semana passada em Kimbanseke, um bairro pobre e densamente povoado de Kinshasa.

Pelo menos 50 pessoas morreram no acidente e dezenas ficaram feridas. O ministro dos Transportes foi demitido por “ser incapaz de reformar o setor aéreo”.

Du Cabiau à Kinshasa acha que o acidente poderia ter sido evitado:

“Esse acidente era previsível. Dada a quase total ausência de infra-estrutura em terra (estradas, ferrovias…), a maior parte do movimento através do interior da República Democrática do Congo se dá por avião. Para um país tão pobre, o tráfego aéreo é muito intenso. Há dezenas de pequenas empresas privadas e portanto, centenas de caixões voadores. Todos os dias, vemos aviões velhos superlotados decolando e passando bem em cima das casas. Esse acidente não foi o primeiro… e não será o último”.

O blogueiro congolês Alex Engwete observa que é preciso um desastre para que a atenção do mundo se volte para a República Democrática do Congo:

“A rede de televisão CNN mostra imagens de um avião incendiado em Kinshasa. Imagens sensacionais, catastróficas que enlouquecem os gigantes da mídia… e que os tiram de sua sistemática indiferença em relação à R. D. do Congo”.

(texto original de Jennifer Brea)

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.