Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Mianmar: “Sim, claro, tudo está bem”

O blogue de notícias birmanês MoeMaKa Media traz as cenas de um vídeo onde o Straits Times de Cingapura entrevista alguns cidadãos de Mianmar e outros viajando entre Yangon e Cingapura.

As cenas mostram um cidadão de Mianmar dando boas-vindas a sua família que chega em Cingapura e proclamando a felicidade deles ao chegar na estável Cingapura, e em seguida outro cidadão de Mianmar exclamando que mesmo que haja toque de recolher, estão todos OK e as coisas não são tão ruins. “De forma geral, tá tudo ok”, disse um entrevistado. “Sim, claro, tudo está bem… O aeroporto, a segurança, a rotação da terra, as coisas estão indo bem… tudo normal”, disse um senhor que parece ser um piloto de avião (não um cidadão de Mianmar).

Interview in Singapore Reporter in Singapore airport

Depois dos comentários acima, você pode ver a repórter do Straits Times dizendo “Falando com algumas pessoas que estavam justamente em Yangon há algumas horas, parece que a situação não é tão ruim como o que vemos nas reportagens da imprensa. A não ser pelo toque de recolher, as pessoas estão livres para ir e vir e o aeroporto estava funcionando normalmente”.

Em seguida, os cidadãos de Mianmar indo a Yangon foram ouvidos. As duas mulheres entrevistadas pareciam pensar que as coisas não são tão sérias e que elas estarão em locais seguros. “A situação não é das piores”, disse uma jovem de Mianmar.

A repórter então pergunta: “O que você espera ver ao sair do aeroporto?”, e a jovem responde: “Acho que tudo vai estar OK.”

MoeMaKa Media relatou a seguinte reação ao vídeo:

“All over the world, Myanmar nationals and others have been showing support for the peaceful protests in Myanmar and the military junta's violent reactions towards it. (Such as the protests in front of Myanmar embassy in Thailand)

Myanmar nationals living in Singapore also showed solidarity and support for those back home by holding prayer sessions at the Burmese monasteries here. However, while everyone is worried about the situation in Burma, the above video from The Straits Times show Myanmar nationals happily stating that they are happy to be in Singapore and how things are “not so bad” back there besides the curfews and how everything seems to be calm, while smiling at the cameras.”

“Ao redor do mundo inteiro, os cidadãos de Mianmar e outros têm mostrado apoio aos protestos pacíficos em Mianmar e a reação violenta da junta militar (como os protestos na frente da embaixada de Mianmar na Tailândia).

Cidadãos de Mianmar que moram em Cingapura também mostraram solidariedade e apoio para aqueles que estão em sua terra natal, fazendo sessões de orações em monastérios birmânios aqui. No entanto, enquanto todos estão preocupados com a situação na Birmânia, o vídeo acima do Straits Times mostra cidadãos do Mianmar prontos para dizer que eles estavam contentes por estar em Cingapura e que as coisas não são “tão ruins” lá, a não ser pelo toque de recolher, e como tudo parece estar calmo, enquanto sorriem para as câmeras.”

MoeMaKa relata que um blogueiro de Mianmar com base em Cingapura enviou fotos comparando a verdadeira situação em Mianmar e aquela dos cidadãos de Mianmar indo e vindo de Yangon para esclarecer a situação.

MoeMaKa também diz que aquele blogueiro também questiona como essa gente de Mianmar que mora em Cingapura fará para proteger e manter o nacionalismo, língua (cultura) e religião de Mianmar e que já passou da hora desses cidadãos de Mianmar morando em Cingapura responderem a essa pergunta de forma clara.

(Eu acho que o blogueiro está tentando dizer que todos os cidadãos de Mianmar precisam se unir em solidariedade e serem claros quanto ao tipo de declarações que eles querem dar ao mundo nesse momento difícil).

(texto original de yangonthu)

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

2 comentários

  • Saiu nos jornais daqui de Londres que os soldados abriram fogo contra milhares de protestantes, matando pelo menos novo e ferindo outros onze. Trouxe ainda uma foto do corpo de um monge jogado no rio local. Como assim está tudo OK?

  • Este me parece uma aplicação primária daquele velho golpe de imprensa (arquitetado pelo governo de Mianmar) de convencer/forçar/contratar pessoas para “apagarem um incêndio” midiático. É claro que não funciona. É uma inocência acreditar que funcionaria. Mas não consigo pensar em outra forma de justificar estas pessoas dizendo que “está tudo bem em Burma”. Ou será que eles vivem em outro país? :)

    Abraços do Verde.

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.