Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

[GV Show Special] Trinidad e Tobago: Ativismo anti-caldeira encontra a internet

Atillah Springer é uma jornalista, ativista e blogueira [en] de Trinidad e Tobago e participante do movimento protesto [en] que, no início desse ano, foi bem-sucedido em expulsar a gigante da indústria de alumínio Alcoa [en] de uma comunidade rural de Trinidad, onde tinha sido proposto o estabelecimento de uma caldeira sob circunstâncias de alguma forma duvidosas.

Nesse podcast, eu converso com Atillah sobre a forma com que o movimento usa a internet para organizar informações sobre suas atividades.

Ouça o podcast a partir da notícia original

Alguns links úteis [nota: todos em inglês]

No Smelters in T&T website
Rights Action Group blogue
Smelta Karavan website
Saving Iceland – website de aliados do grupo anti-caldeira na Islândia

attillah in iceland

Atillah com colegas ativistas do movimento anti-caldeira na Islândia

smelta karavan

Uma ativista e a Caravana Caldeira, uma unidade móvel que visita comunidades para compartilhar informações e construir solidariedade

Union Villager

Um residente de Union Village, uma área rural em Trinidad onde outro caldeirão está para ser estabelecido por Alutrint

Retrato de Atillah feito por caribbeanfreephoto
Outras imagens: cortesia de Atillah Springer

texto original de Georgia Popplewell)

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

 

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.