Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Índia: Orkut e a morte de um adolescente

A comunidade online indiana está perturbada com a recente morte do garoto de 16 anos, Adnan Patrawala, de Mumbaí. Aparentemente, Adnan foi atraído pelos seus amigos do Orkut e mais tarde assassinado. O Orkut foi responsável pelo homicídio desse adolescente? Orkut tem milhões de usuários na Índia. As investigações da polícia mostram que um plano para matar Adnan foi montado através do Orkut e a imprensa predominante está acusando o Orkut e apontando o site de relacionamentos como de algum modo responsável pelo assassinato infeliz de Adnan.

Tapan Shah, em sua entrada Orkut and Media [En] (Orkut e Imprensa), lembra que uma tecnologia não pode ser tida como responsável pela morte de Adnan. Ele escreve:

“Other media, it seems fails to accept Internet as a legitimate media. I see this mentality time and again displayed by the mainstream media (television and newspapers -vernacular as well as english both) to either raise an issue or just blame the technology, whenever something wrong happens in the society?…For god sake, Internet is just a medium, it is no killer.”

“Parece que outros veículos de comunicação não aceitam a internet como uma forma de mídia legítima. Eu vejo essa mentalidade repetidamente por parte da imprensa predominante (televisão e jornais – tanto na língua local quanto em inglês) de ou encontrar problemas ou apenas culpar a tecnologia sempre que alguma coisa dá errado na sociedade. Pelo amor de Deus, internet é apenas um veículo, não um assassino”.

Vivek do The Red Pencil [En] escreve:

“This incident sure to cause a reverberation in the online community. As teachers and educators we have a responsibility to help protect our students again such act. The correct response would be a blanket ban on sites like Orkut and Facebook in schools, I can see this as a very likely knee-jerk response to this event.

A better approach would be continuing education about the possible consequences of undiscretionary online behaviour, much like the talk students get (or should get) today about sex education. Students have to be told, with examples like this unfortunate incident involving Adnan, that dangers exist and like one would not share personal information with a stranger or accept food from someone you didn’t know similar behaviours were inappropriate even when the other were a virtual entity at a computer screen miles from home.”

“Esse incidente certamente gerará repercussão na comunidade online. Como professores e educadores, temos a responsabilidade de ajudar a proteger nossos alunos de um ato desses. A reação correta seria uma proibição de sites como Orkut e Facebook nas escolas, eu posso ver isso como uma bem provável resposta automática para esse acontecimento.

Uma abordagem melhor seria continuar instruindo sobre as possíveis consequências de comportamentos na internet, algo do tipo educação sexual que estudantes têm (ou deveriam ter) nos dias de hoje. Estudantes devem ouvir, como exemplos como esse infeliz incidente envolvendo Adnan, que perigos ainda existem e da mesma forma que não se divide informações pessoais com estranhos ou não se aceita comida de alguém que você não conhece, comportamentos semelhantes são inapropriados mesmo quanto os outros são uma entidade virtual em uma tela de computador a milhas de casa”.

Vani do A Whimsical Mind [En] se pergunta sobre o infeliz assassinato de Adnan e diz:

“What is it that lures a youngster to meet strangers over the internet ? its possibly the fast life that they love to lead or probably the sudden adrenalin rush on meeting strangers ? Well whom do we blame ? is it the advanced technology we blame , easy money ? , the website for no regulations or is it the parents who have no clue what their children are upto.”

“O que leva um jovem a ser atraído a encontrar com estranhos da internet? Seria possivelmente o rápido passo da vida que eles adoram levar ou o surto de adrenalina repentino ao encontrar desconhecidos? A quem culpar? É o avanço da tecnologia que deve ser culpada, o dinheiro fácil? O site pela falta de regulamentação ou os pais por não terem idéia do que seus filhos estão aprontando”

(texto original de Kamla Bhatt)

 

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

 

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.