Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Guatemala: 30 de Junho, Um Dia para se Lembrar

Foto tirada por James Rodríguez e usada com sua permissão.

Todo ano no dia 30 de junho, os Guatemaltecos celebram um dia festivo, no qual o Exército da Guatemala sai em parada pelo centro da cidade. Este ano foi excepcional porque os blogueiros foram os verdadeiros repórteres do evento, e experienciaram algo excepcional que aconteceu.

Por quê há uma celebração no dia 30 de junho? No Guatemala Blog[ES] você pode achar a resposta:

“El presidente Julio César Méndez Montenegro, en el año de 1965, en conmemoración de la efemérides de Barrios, siendo su fundador, establece el 30 de junio como el Día del Ejército.”

“Em 1965, o presidente Julio César Méndez Montenegro comemorou as vitórias do ex-presidente Justo Rufino Barrios, fundador do Exército da Guatemala, estabelecendo o dia 30 de junho como o Dia do Exército.”

As opiniões são tão variadas quanto os blogueiros. Um dia antes da parada, o blogueiro Prensa Negra Guatemala[ES], em uma abrangente crítica das forças armadas, declarou em seu post “En la víspera“:

“Yo no me quedare de brazos cruzados ire de parte del pueblo, con el pueblo y por el pueblo por medio de una marcha de protesta que habra ese dia a manifestar mi repudio a dicha institución”

“Eu não vou ficar de braços cruzados. Eu irei protestar representando o povo, com o povo e para o povo, em uma marcha de protesto que haverá neste dia, para manifestar meu repúdio a esta instituição.”

E no dia seguinte, voilá, a passeata e o protesto aconteceram organizados pela H.I.J.O.S., uma associação de Filhos e Filhas por Identidade e Justiça Contra o Silêncio, cujos membros são parentes daqueles que sofreram a perda de um familiar durante o conflito armado na Guatemala. Mas muitas coisas aconteceram durante a passeata e protesto. Por vezes uma imagem diz mais do que cem palavras, como o jornalista e blogueiro James Rodríguez mostra em seu blogue[ES].

O título de seu foto-relato é “A Marcha da Lembrança paraliza a Parada Militar[ES]. Lá você pode ver os eventos se desenrolando passo a passo com algumas explicações para acompanhar. A foto neste post é parte deste relato, e ele gentilmente autorizou o seu uso.

Contudo, na Coban rural, as festividades foram bem diferentes, como você pode ver nas fotos do Blog Verapaces[ES].

“Con un tradicional desfile y la participación de bandas colegiales y seguramente algunas actividades especiales, el Ejercito celebró su día en la ciudad de Cobán.”

“Com um tradicional desfile e a participação de bandas colegiais, e algumas atividades especiais, o exército celebrou o dia na cidade de Cobán.”

A Guatemala é um país pequeno com enormes contrastes, diferentes pontos de vista, mas pouca cobertura da imprensa. As coisas que interessam são agora mostradas pelos blogueiros, de uma forma aberta.

(Texto original por Renata Avila)

 

 

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.